Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Marcelo de Moraes

BRP Recomenda: o que dizem os editoriais

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

Editorial do Estadão desta sexta-feira, 18, cita a mudança de postura do presidente Jair Bolsonaro em relação à vacinação contra a covid-19. “Só o puro cálculo político explica sua atitude: no dia do anúncio do plano de vacinação, saiu uma nova pesquisa de opinião sobre Bolsonaro, e o resultado não poderia ser pior para o presidente. Sua aprovação caiu de 40%, em setembro, para 35%, agora, obviamente como resultado direto de sua péssima condução da crise.”

Também indica a perda de ritmo na recuperação econômica. “O balanço geral do terceiro trimestre, com expansão de 7,7% do Produto Interno Bruto (PIB), ainda mostrou uma forte retomada, mas os dados mensais já indicavam uma acomodação. A perda de vigor ficou ainda mais clara no começo do trimestre final. Em outubro, o crescimento mensal ficou em apenas 0,6%, a menor taxa depois de abril, segundo o Monitor do PIB publicado na quarta-feira pela Fundação Getúlio Vargas (FGV).”

E aponta que o Congresso perdeu uma oportunidade histórica em 2019 e 2020 de fazer as reformas que o País precisa. “Diante das atuais negociações e previsões envolvendo as presidências da Câmara e do Senado, é impossível não reconhecer que o Congresso, nos últimos dois anos, reuniu condições ímpares – historicamente muito raras – para a realização das reformas de que tanto o País precisa. Ao mesmo tempo, é também inegável a constatação de que o governo de Jair Bolsonaro conseguiu a proeza de desperdiçar acintosamente essa raríssima oportunidade.”

Tudo o que sabemos sobre:

Editorial Estadão