Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

BRP Recomenda: o que dizem os editoriais

Equipe BR Político

O editorial do Estadão neste domingo, 16, fala de como os presidentes Jair Bolsonaro e Alberto Fernández parecem, enfim, ter decidido voltar à sensatez. “Para o Brasil, o caminho mais sensato é apoiar qualquer programa exequível adotado pelo governo argentino. Em condições normais, a Argentina é o terceiro maior mercado para as exportações brasileiras. Mais que isso, é um dos principais destinos da produção industrial do Brasil. O mercado argentino deve continuar fraco em 2020, mas voltará a ser muito importante, em breve, se houver sucesso nos ajustes.”

Em outro texto, fala da difícil convivência de moradores de São Paulo afetados diretamente pelos blocos de carnaval de rua com a festa popular. “Um abaixo-assinado de moradores da Vila Leopoldina levou a Prefeitura a desistir de incluir a Avenida Gastão Vidigal, a principal do bairro, no circuito dos blocos. Os moradores disseram que “a região não é servida por metrô e a extensão da avenida não comporta grandes multidões”. Além disso, “a estrutura de forças de segurança local não comporta eventos dessa magnitude” e “haverá multidões apertadas no calor”, com “barulho, sujeira, urina e vandalismo”, sem falar no cerceamento do direito de ir e vir e do prejuízo ao comércio – que inclui a Ceagesp.”

Também analisa a estratégia do PT para as eleições municipais, segundo resolução do partido aprovada na semana passada. “Entre os opositores do PT não há um que rivalize com a arrogância do próprio partido para mantê-lo alijado das discussões sérias que levem o Brasil a sair da crise em que se encontra. O partido se manifesta como se desconhecesse o grau de toxicidade que a sigla passou a representar. Em outras palavras: hoje, as demais legendas é que devem avaliar a conveniência eleitoral de se associar ao PT, não o contrário. Ao menos não enquanto o partido insistir em sua opção pelo radicalismo negacionista.”

Tudo o que sabemos sobre:

PTCarnavalArgentina