Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

BRP Recomenda: o que dizem os editoriais

Equipe BR Político

Em editorial, o Estadão trata do novo adiamento da discussão, pelo Supremo Tribunal Federal, da constitucionalidade do tabelamento do frete rodoviário. Numa manobra do governo com o relator Luiz Fux, o julgamento foi novamente postergado. “Ou o Supremo impõe a Lei Maior ou mais grupos de pressão ávidos por “ganhar” seus nacos no grito e na força se sentirão livres para depredá-la como predadores sobre sua presa”, diz o texto.

Em outro editorial, o jornal fala da permanência de outro problema brasileiro: a romaria de prefeitos e governadores a Brasília para obter aval da União para ampliar ainda mais o seu grau de endividamento, com a contração de novos empréstimos. “Todo e qualquer esforço na direção do equilíbrio fiscal e da retomada do crescimento econômico no âmbito federal será em vão se os Estados e municípios não fizerem sua parte nessa cruzada nacional”, observa o texto. “A contratação de mais dívidas por entes subnacionais deve ser vista com máxima cautela pela União, já que é sobre ela, ou melhor, sobre todos os contribuintes, que recaem os ônus da irresponsabilidade de alguns.”