Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

BRP Recomenda: o que dizem os editoriais

Equipe BR Político

No principal editorial deste domingo, intitulado As falsas crises, e a verdadeira, o Estadão analisa a falta de liderança do presidente Jair Bolsonaro neste momento em que o País enfrenta os efeitos e tem de determinar a forma de encarar a pandemia de coronavírus. “É assim que Bolsonaro encara crises verdadeiras: menospreza seus riscos e as considera criações da imprensa. Tem sido assim também no trato da crise econômica: enquanto milhões de cidadãos continuam a enfrentar a dura realidade do desemprego graças ao crescimento pífio do PIB sob Bolsonaro, o governo tenta convencer o distinto público de que tudo vai bem”, pontua o texto.

O editorial lembra que, já com a crise do coronavírus exposta, Bolsonaro preferiu duvidar da lisura das eleições que lhe deram o mandato. “Ou seja, hoje já é possível dizer que a grande crise que o Brasil enfrenta não é a economia travada ou a ameaça epidêmica do coronavírus; a verdadeira crise do País é não ter governo justamente quando ele é mais necessário.”

Em outro texto, o jornal aponta que a CPMI das fake news tem trazido informações relevantes à sociedade, e seria um erro ignorá-las. “É de fundamental importância descobrir quem são os promotores e os financiadores das fake news e dos ataques contra autoridades e instituições públicas. A calúnia, a difamação e a injúria são crimes, segundo a lei brasileira. Não cabe tolerância com uma atuação tão danosa à honra das pessoas, às instituições e à própria democracia. Ainda mais quando são numerosos os indícios de que criminosos se valem do aparato estatal para suas atividades ilegais.”