Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Cabral ‘se perdeu nessa promiscuidade’

Equipe BR Político

O ex-governador Sérgio Cabral, preso desde 17 de novembro de 2016 e já condenado a mais de cem anos de prisão, afirmou em depoimento nesta sexta-feira, 8, que movimentou cerca de R$ 500 milhões em doações eleitorais e que, desse dinheiro, usou aproximadamente R$ 20 milhões para gastos pessoais.

“A promiscuidade (de doações) foi muito grande. Foi nessa promiscuidade que eu me perdi, (…) que usei dinheiro de campanha para fins pessoais”, admitiu o emedebista, informa Fábio Grellet.

Tudo o que sabemos sobre:

Sérgio Cabral