Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Caiado dispersa manifestantes em Goiânia

Vera Magalhães

O governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), dispersou os manifestantes pró-Bolsonaro e anti-Congresso que se concentraram neste domingo na Praça Cívica, em Goiânia.

Ele pegou o microfone dos manifestantes para dizer que, antes de ser governador, e um dos poucos que apoiam Bolsonaro, é médico. Disse que também não se pode duvidar da luta dele contra a esquerda e o PT.

“A menos que vocês não estejam olhando para o mundo o que está ocorrendo. Vocês têm mais do que nunca de ter responsabilidade e não permitir que aglomerações provoquem a disseminação do coronavírus”, diz Caiado, sob vaias.

Ele seguiu tentando falar que Goiás já tem transmissão comunitária e que baixou um decreto proibindo eventos no Estado. “Não sejam irresponsáveis de transformar Goiânia num ponto de disseminação de vírus”. Disse que quando morrer o parente de alguém, essa pessoa vai chorar na frente do palácio.

“Esta é minha ordem, e ela vai ser cumprida. Não preciso do seu voto. Não tem carro de som”, diz o governador, sob forte vaia.