Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Caiado insiste em trocar fornecedora de energia em Goiás

Marcelo de Moraes

Insatisfeito com os serviços prestamos pela italiana Enel, o governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM-GO), aumentou a pressão para substituir a empresa no serviço de fornecimento de energia do Estado. Desde o ano passado, Caiado reclama dos serviços da companhia e agora quer substituí-la pela portuguesa EDP.

Por conta dos problemas no abastecimento de energia, a Assembleia Legislativa de Goiás quer aprovar uma proposta para que a Enel seja substituída no serviço. Na Câmara, o deputado federal Elias Vaz (PSB-GO) também defende a medida.

Caiado defendeu que a Enel se acerte com a EDP, através da troca de ativos, e deixe que a empresa a substitua no Estado. Legalmente, porém, a mudança não é simples. Nas reuniões que tiveram com o governador, os diretores da Enel insistiram que vão aprimorar seus serviços, mas Caiado disse ter perdido a paciência.

“Chega, Enel! Desde fevereiro de 2019, ouvimos promessas que nunca são cumpridas. Se vocês não podem oferecer aos mais de 7 milhões de goianos energia de qualidade, tem quem possa! A companhia energética EDP reconhece a força de Goiás e tem interesse em assumir os trabalhos aqui”, disse Caiado pelas redes sociais.

O governador prometeu apelar para o presidente Jair Bolsonaro em busca de ajuda para resolver o imbróglio. “Vamos buscar o presidente Jair Bolsonaro para que façamos essa transição da melhor forma possível. É preciso ter respeito, responsabilidade e compromisso com o cidadão”, disse.

Tudo o que sabemos sobre:

Ronaldo CaiadoGoiásEnelenergia