Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Câmara aprova moção de aplauso para Paulo Freire

Marcelo de Moraes

Exclusivo para assinantes

Uma das figuras mais criticadas pelos bolsonaristas, o educador Paulo Freire será homenageado pela Câmara dos Deputados. Uma moção de aplauso para Freire, que faleceu em 1997, foi aprovada pela Casa nesta tarde, irritando os parlamentares bolsonaristas. Ontem, o próprio Jair Bolsonaro criticara publicamente o educador, o chamando de “energúmeno”.

Logo depois da aprovação, deputados bolsonaristas não esconderam sua decepção com a aprovação da homenagem e criticaram sua legitimidade.

“Em moção de aplauso a Paulo Freire na Câmara, mais da metade dos parlamentares não se manifestou. Os demais aplaudiram o fracasso dos resultados do índice PISA para a Educação”, disse o deputado Luiz Philippe D’Orleans e Bragança (PSL-SP).

Tudo o que sabemos sobre:

Paulo Freireeducaçãocâmara