Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Câmara mantém veto e congelamento de salário de servidores

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

A Câmara dos Deputados deu um alívio para o governo. Por 316 votos a 165, os parlamentares mantiveram os vetos de Jair Bolsonaro que impede reajustes para servidores públicos no próximo ano, incluídos profissionais das áreas de Educação, Saúde e Segurança.

O susto para o Planalto veio na noite da última quarta-feira, quando os senadores derrubaram o veto presidencial, o que segundo as contas do Ministério da Economia custaria algo próximo de R$ 130 bilhões aos cofres públicos. Nas últimas 24 horas, parlamentares do Centrão entraram em campo para negociar a manutenção do veto. A defesa culminou com a ida de Rodrigo Maia (DEM-RJ) à tribuna defender o veto presidencial.