Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Caminhoneiro: ‘Estão dando corda pra gente se enforcar’

Equipe BR Político

O pacote anunciado pelo governo nesta terça, 16, para ajudar os caminhoneiros não agradou muito a categoria. Nos grupos de WhatsApp acompanhados pelo Estadão, a grande reclamação era sobre a atual crise financeira dos autônomos que não lhes permite nem a utilização da linha de crédito de R$ 30 mil oferecida pelo governo. “Estão dando a corda para gente se enforcar”, dizia um deles. O plano foi visto como uma “cortina de fumaça”, uma forma de protelar uma possível greve dos motoristas. Alguns falavam, com exaltação, em nova paralisação em 21 de maio.

Os caminhoneiros afirmam que não estão pedindo dinheiro para o governo, mas sim melhores condições de trabalho. Eles dizem que soluções como a linha de crédito, com taxas menores, já foi testada em outras ocasiões, mas não são colocadas em prática. Eles citam o cartão-caminhoneiro para compra de combustíveis, que não funciona para todo mundo. Logo após o anúncio da linha de crédito, Wallace Costa Landim, conhecido como Chorão, um dos líderes dos caminhoneiros, disse, no entanto, que a medida agradava a categoria e até poderia evitar a greve.

Tudo o que sabemos sobre:

linha de créditoCaminhoneiro