Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Marcelo de Moraes

Em Campinas, candidato do prefeito rebate acusação

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

A campanha do candidato do Republicanos em Campinas, Dário Saadi, rebateu acusações de que o político estaria realizando atendimentos médicos gratuitos em troca de votos. “É uma iniciativa que faz parte do seu compromisso de médico e independe de eleições ou de cargos que ele tenha ocupado”, diz a campanha. 

O candidato, que é médico, foi acusado pelo candidato a vereador Rafael Bressane Alves (Avante) em uma “notícia de fato” enviada ao Ministério Público Eleitoral de realizar atendimentos médicos gratuitos em período de campanha. Apoiado pelo prefeito da cidade, Jonas Donizette (PSB), Saadi figura em segundo lugar com 22% das intenções de votos na disputa, de acordo com pesquisa do Ibope divulgada nesta terça-feira, 27.

“Há quase 20 anos Dário Saadi realiza, gratuitamente, uma avaliação médica de moradores do Residencial Ouro Verde. É uma iniciativa que faz parte do seu compromisso de médico e independe de eleições ou de cargos que ele tenha ocupado. Apenas o desespero de adversários pode explicar a transformação desse fato em causa eleitoral”, afirma a campanha do candidato.

Nesta terça-feira, 27, um documento do MP que, segundo o órgão estadual, foi adicionado por engano no sistema, acusava o candidato de realizar atendimentos com “nítido intuito eleitoral” e falava em pedir a impugnação da candidatura de Saadi com base na notícia do vereador. A representação, no entanto, não foi enviada à Justiça, e, portanto, não houve pedido de impugnação em detrimento do caso.

Tudo o que sabemos sobre:

CampinasDario Saadieleição 2020