Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Para Carlos, transformação não virá rápida por ‘vias democráticas’

Equipe BR Político

O vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ) afirmou nesta noite de segunda, 9, pelo Twitter, que a transformação democrática que o País “quer” não ocorrerá por vias democráticas” na velocidade que almejamos”. Já em postagem seguinte, o filho do presidente disse que “o governo Bolsonaro vem desfazendo absurdos que nos meteram no limbo e tanta nos recolocar nos eixos”. Segundo ele, “os avanços” são ignorados “e os malfeitores esquecidos”.

O vereador carioca Carlos Bolsonaro (PSC-RJ), filho do presidente Jair Bolsonaro, em entrevista com jornalistas

O vereador carioca Carlos Bolsonaro (PSC-RJ). Foto: Dida Sampaio/Estadão

As mensagens provocaram diversas reações entre a oposição e seguidores. O PSDB também reagiu pelo microblog às declarações, afirmando que “figuras autoritárias insistem em transformações que não sejam pelas vias democráticas”. Acrescentou que por vias democráticas “o brasileiro elegeu Bolsonaro e tirou o PT” do governo. Pivô da demissão do ex-ministro Gustavo Bebianno, 02 tem forte ascendência sobre as estratégias de comunicação do pai, internado desde domingo para retirada de uma hérnia incisional no abdômen.

Até poucos meses atrás, Carlos não poupava críticas ao vice Hamilton Mourão e ao ex-ministro Santos Cruz em favor do polemista Olavo de Carvalho, gerando instabilidade no Palácio do Planalto. O presidente Jair Bolsonaro, no entanto, sempre se colocou ao seu lado. “Algumas pessoas foram muito importantes em minha campanha. Porém, uma se destacou à frente das mídias sociais, com sugestões e conteúdos: Carlos Bolsonaro, meu filho. Não por acaso muitos, que nada ou nunca fizeram para o Brasil, querem afastá-lo de mim (…) Não conseguirão”, escreveu o pai em março deste ano.