Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Carlos e Eduardo intimados a depor sobre atos antidemocráticos

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

A Polícia Federal intimou o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) e o vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ) a depor, como testemunhas, no inquérito que investiga a organização e o financiamento de atos antidemocráticos. 

A Procuradoria-Geral da República (PGR) chegou a se posicionar contra o depoimento dos filhos do presidente Jair Bolsonaro e argumento que os depoimentos não seriam fundamentais para a apuração, mas a PF não desistiu da intimação.

Em junho, o relator do inquérito que corre no STF, ministro Alexandre de Moraes, afirmou que as investigações da PGR apontaram “real possibilidade” de atuação de associação criminosa voltada para a “desestabilização do regime democrático” com o objetivo de obter ganhos econômicos e políticos. O ministro autorizou mandados de busca e apreensão em endereços de apoiadores do governo em junho, que não atingiram os filhos do presidente.