Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Carlos Jordy: ‘Vai ganhar quem tiver mais munição’

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O deputado federal Carlos Jordy (PSL-RJ), da ala bolsonarista, reconheceu nesta segunda, 21, que a guerra pela liderança do partido na Câmara ainda terá novos capítulos. “Vai ganhar quem tiver mais munição”, declarou o deputado ao BRPolítico logo após reunião com Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) nesta tarde. “Essa batalha é para quem tem mais listas feitas anteriormente. Nós temos mais, e acredito que vamos vencer. São seis listas com 29 nomes”, afirmou. Além de Eduardo, o líder do governo, Major Vítor Hugo, e outros seis apoiadores do “03” estavam presentes.

Deputado federal Carlos Jordy (PSL-RJ)

Carlos Jordy. Foto: Cleia Viana/Câmara dos Deputados

De acordo com Jordy, todos os participantes da reunião refutaram de imediato a possibilidade de uma terceira via para a liderança do PSL. A hipótese foi levantada nesta segunda-feira por deputados da ala bivarista que acreditam na conciliação entre as partes. “Temos maioria. O jogo democrático é esse, e queremos que seja o Eduardo. É ele quem pode reestruturar o partido e arrumar a bagunça feita pelo Delegado Waldir”, disse o parlamentar.

Jordy está entre os cinco deputados suspensos pelo PSL na última sexta-feira, ao lado de Alê Silva (MG), Bibo Nunes (RS), Carla Zambelli (SP) e Filipe Barros (PR). Apesar de a decisão ter sido revogada nesta segunda-feira, o deputado do Rio de Janeiro recebeu notificação para apresentar sua defesa na Comissão de Ética na próxima terça-feira, 22. “Se precisar ir nós vamos, mas vai ser um teatro, porque tudo já está definido”. Os parlamentares ainda aguardam o resultado de uma ação movida no Supremo Tribunal Federal (STF) para impedir a suspensão de suas atividades. (Guilherme Bianchini, especial para o BRP)