Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Carta da ONU sobre desastre de Mariana

Equipe BR Político

Relatores da ONU enviaram ao governo brasileiro uma carta de 11 páginas com críticas às medidas adotadas até agora pelas autoridades e pelo setor privado associados a uma das maiores tragédias ambientais do Brasil, o rompimento da barragem da Samarco em Mariana (MG), ocorrido três anos atrás, que matou 19 pessoas e destruiu o município de Bento Rodrigues, informa o Estadão.

Um dos questionamentos centrais dos relatores se refere ao acordo assinado em 25 de junho de 2018, que levou à extinção de ação civil pública de R$ 20 bilhões e à suspensão da tramitação de outra, de R$ 155 bilhões, movida contra a empresa e as controladoras, a Vale e a anglo-australiana BHP Billiton.

Tudo o que sabemos sobre:

MarianaSamarcoONU