Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

CCJ do Senado rejeita projeto contra cota feminina

Equipe BR Político

A Comissão de Constituição e Justiça do Senado rejeitou nesta quarta, 24, o projeto de lei do senador Angelo Coronel (PSD-BA), que revoga o percentual mínimo de 30% de vagas para candidaturas de cada sexo. A reação da senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA) traduz o sentimento de quem vinha batalhando contra a proposta do coronel. “Quando recebi esse projeto de lei, não acreditei. Como pode alguém apresentar um projeto dessa natureza? Fiquei sem entender. Li e reli para ver se realmente era verdade. É um retrocesso. Só conseguimos ter direito a voto nos anos 1930. Lutamos muito para chegar aqui. Esse projeto é um acinte, uma agressão contra as mulheres brasileiras. Isso é terrível. Não pode ser imaginado e admitido”, disse ela. O parlamentar da Bahia, no entanto, voltou a alegar que “a medida não tem alcançado efeito prático: a participação de mulheres nas últimas eleições não se mostrou diferente do patamar histórico”.

Tudo o que sabemos sobre:

senadocota feminina