Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Celso de Mello antecipa fim de licença e retorna hoje ao STF

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Celso de Mello decidiu antecipar sua volta da licença médica, que estava marcada para este sábado, 26, e já voltou às atividades na Corte Suprema. A volta do decano, que se recuperava de uma cirurgia há mais de um mês, afeta o andamento do inquérito sobre a suposta interferência do presidente Jair Bolsonaro na Polícia Federal. 

O minsitro do STF Celso de Mello, que relata a investigação sobre as acusações de Moro

O ministro do STF Celso de Mello, que relata a investigação sobre as acusações de Moro Foto: Rosinei Coutinho/SCO/STF

Isso porque enquanto estava sob a tutela do ministro Marco Aurélio Mello, durante a licença de Celso de Mello, original relator do caso, o inquérito foi suspenso e aguarda o julgamento, em plenário, do pedido de Bolsonaro para que deponha por escrito. Em decisão anterior, o decano havia determinado o depoimento presencial do presidente. O caso teve um novo capítulo na quinta-feira, 24, quando Marco Aurélio divulgou antecipadamente seu voto, contrário à decisão do decano, na plataforma do plenário vitural, no mesmo dia em que Celso de Mello encerrou sua licença. 

Tudo o que sabemos sobre:

Celso de MelloSTFinterferência na PF