Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Centrais querem greve geral maior que em 2017

Equipe BR Político

A expectativa da s centrais sindicais para a greve geral marcada para o próximo dia 14 é de levar às ruas ao menos a mesma quantidade de pessoas que aderiram à de abril de 2017, contra as reformas da Previdência e trabalhista de Michel Temer.

Os sindicalistas atuam para atrair trabalhadores da área de transportes —metroviários e ferroviários, por exemplo. Qualquer ato com a adesão dessas categorias surte forte impacto, especialmente nas grandes cidades, segundo o Painel da Folha.

Tudo o que sabemos sobre:

centrais sindicaisgreve geral14 de junho