Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

‘Certo oportunismo’ sincroniza reforma com pacto

Equipe BR Político

O relator da reforma da Previdência no Senado, Tasso Jereissati (PSDB-CE), vê “certo oportunismo” de parlamentares que associam a aprovação das mudanças previdenciárias a um novo pacto federativo. Mas esse foi o caminho então traçado lá atrás, quando o tucano também já admitia preocupação de que a proposta dos senadores pudesse ser votada antes da reforma.

O senador Tasso Jereissati, relator da reforma da Previdência no Senado, em seu gabinete

O senador Tasso Jereissati (PSBD-CE) Foto: Dida Sampaio/Estadão

Agora, resignado, até vê melhorias com o que já foi votado para atender aos governadores, como os recursos da cessão onerosa, que só poderão ser usados para investimento e capitalização de fundo da Previdência do Estado. No entanto, agora faz ressalvas. “É um pouco pesado o que eu vou falar, mas evidentemente tem um  certo, entre aspas, oportunismo, porque se aproveita de uma circunstância como essa para conseguir alguns pleitos”, disse em entrevista ao Estadão.