Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Chanceler francês diz que Bolsonaro cancelou por ‘emergência capilar’

Equipe BR Político

Depois de viagem ao Brasil, em que viu seu nome no noticiário após o presidente Jair Bolsonaro cancelar uma reunião e em seguida aparecer em uma live cortando o cabelo, o ministro francês das Relações Exteriores, Jean-Yves Le Drian, ironizou neste domingo, 4, ao Journal du Dimanche, o que chamou de “urgência capilar” de Bolsonaro. “Todo mundo conhece as restrições próprias das agendas dos chefes de Estado. Ao que parece, houve uma emergência capilar. Essa é uma preocupação que é estranha para mim”, disse Le Drian, se referindo ironicamente a sua calvície.

Bolsonaro demonstrou descontentamento com o fato do francês ter se reunido com ambientalistas um dia antes. A reunião entre Bolsonaro e Le Drian foi oficialmente cancelada “por questões de agenda”. Mesmo depois do “bolo”, o chanceler francês considerou a visita ao Brasil muito positiva. “Tive encontros com meu homólogo (Ernesto Araújo, chanceler brasileiro), com a sociedade civil brasileira, em particular com ONGs, mas também com a sociedade civil econômica. Também me reuni com governadores de vários Estados. A França tem interesse em conversar com o Brasil, com todos os brasileiros”, disse.