Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Chapa bolsonarista enfrenta racha dentro do PRTB em BH

Gustavo Zucchi

Exclusivo para assinantes

O candidato bolsonarista em Belo Horizonte, Bruno Engler (PRTB), está enfrentando uma disputa dentro de sua própria sigla. Engler, que tem apenas 23 anos e é deputado estadual, está cobrando do presidente nacional do PRTB, Levy Fidelix, uma posição quanto ao nome de seu vice. E disse em suas redes sociais estar sendo “sabotado” pela legenda.

A chapa do qual Engler é cabeça foi registrada com dois nomes diferentes para o cargo. Um deles é o presidente municipal da legenda, Mauro Quintão. A outra, escolhida por Engler, é a Coronel Cláudia Araújo Romualdo. “Antes de me filiar, eu fiz um acordo com o presidente Levy Fidelix que eu teria autonomia para gerir mina candidatura”, explicou.

“Nós fizemos uma costura e conseguimos trazer um partido que nos daria tempo de TV e nos garantiria no debate. O meu próprio partido sabotou esse acordo. Semana passada eu fui pego de surpresa quando o presidente municipal do PRTB me informou que ele colocaria seu nome como candidato a vice, contrariando o acordo que fiz com Levy Fidelix”, disse.

Na tarde desta segunda-feira, 28, Engler esclareceu que ele tinha um acordo com o PSC e que, com isso, teria tempo de televisão e participação nos debates. “Eu engoli, estou disposto a isso. Vamos de chapa puro-sangue. Disse que tinha o nome da coronel de confiança”. afirmou, dizendo que Quintão não aceitou nem mesmo buscar um nome de consenso, querendo impor-se como vice.

“Eu prefiro acreditar que ele (Fidelix) não sabe da sacanagem que está sendo feita comigo em Belo Horizonte, apesar de que o senhor Mauro Quintão afirma que tem a benção da nacional”, completou.

Engler ainda foi apoiado por Carlos Bolsonaro nas redes sociais. “Eu fico quieto há uns meses sobre isso pra não dizerem que estou atrapalhando e mimimi! Boa sorte, Bruno e conte conosco!”

Tudo o que sabemos sobre:

Bruno EnglerBelo Horizonte