Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Chefe da Receita no Rio a caminho da exoneração

Equipe BR Político

O turbilhão do “caso Receita Federal” deve provocar uma baixa no Rio de Janeiro. A pedido do presidente Jair Bolsonaro, o chefe da Receita Federal no Rio de Janeiro, Mário Dehon, será exonerado, segundo informa a revista Crusoé. O motivo seria a recusa de Dehon em nomear delegados estaduais indicados pela família Bolsonaro.

No último dia 3, o Tribunal de Contas da União determinou que a Receita Federal informasse, em até 15 dias, os nomes dos servidores que fiscalizaram ou acessaram dados fiscais de autoridades das cúpulas do Judiciário, do Executivo e do Legislativo, além de seus cônjuges e dependentes, nos últimos cinco anos. A determinação veio logo após o ministro Alexandre de Moraes, do STF, ordenar o afastamento de servidores da Receita e suspender todos os procedimentos investigatórios instaurados pelo órgão envolvendo 133 contribuintes por indícios de irregularidades. A apuração da Receita incluiu, conforme revelado pelo Estado, os nomes das mulheres dos ministros do STF Dias Toffoli e Gilmar Mendes.

 

Tudo o que sabemos sobre:

receitaMário Dehon