Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Chile defende ajuda do G-7, mas ‘respeitando a soberania’

Equipe BR Político

O presidente do Chile, Sebastián Piñera, defendeu a ajuda financeira oferecida pelos países do G-7 para combater as queimadas na Amazônia. Cauteloso, o chileno ressaltou, porém, que a soberania dos países da região amazônica deve ser respeitada. “A Amazônia do Brasil está sob a soberania brasileira e isso tem de se reconhecer e respeitar sempre. Mas é também certo que muitos países querem colaborar com um país amigo e irmão como o Brasil”, disse Piñera, que também se ofereceu para ajudar no diálogo entre as nações do G-7 e as sul-americanas. “O Chile está muito satisfeito em colaborar e em poder organizar a colaboração de outros países, que também querem ajudar, mas sempre respeitando a soberania do Brasil e do presidente brasileiro”, afirmou. Segundo a Folha, nesta quarta-feira, 28, o Chile também anunciou um empréstimo de quatro aviões e 40 brigadistas para combater os incêndios na floresta.

Em atrito público com o presidente francês, Emmanuel Macron, o governo do presidente Jair Bolsonaro ainda não declarou se irá aceitar os R$ 87 milhões oferecidos pelos europeus. Bolsonaro insiste em exigir, antes, uma retratação de Macron pelas críticas do francês a seu governo e a sua pessoa.

Assine o BR Político para ter acesso a produtos e informações exclusivos. Clique neste link para se tornar um assinante.

Tudo o que sabemos sobre:

chileG-7crise ambiental