Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

China ameaça liderança comercial do Brasil com Argentina

Equipe BR Político

Enquanto o Palácio do Planalto vê processo de “venezuelização” na Argentina, a China vê oportunidade de mercado com o país vizinho, e já ameaça a posição de liderança comercial do Brasil com a Casa Rosada. O Valor mostra nesta segunda, 12, que a crise econômica na Argentina diminuiu o peso das exportações do Brasil ao país vizinho a níveis semelhantes aos de 2002, ano tenebroso para a economia argentina. “A perda de espaço do Brasil neste ano, porém, é menos explicada pela concorrência chinesa e mais pela dependência dos negócios do setor automotivo”, diz à publicação José Botafogo Gonçalves, ex-ministro de Indústria e Comércio no fim dos anos 90, no governo Fernando Henrique Cardoso, e posteriormente embaixador na Argentina. Segundo ele, “é preciso vender com mais eficiência não um para o outro, mas para o resto do mundo. Trata-se de uma mudança de mentalidade. Os quatro (Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai) têm que conquistar o resto do mundo”.

Tudo o que sabemos sobre:

ChinaArgentina