Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Cintra e a ‘salvação’ da reforma tributária

Marcelo de Moraes

O ex-secretário da Receita Federal Marcos Cintra continua defendendo a criação de um imposto sobre movimentação financeira como “salvação” para a proposta de reforma tributária que será discutida pelo Congresso.

Cintra, que acabou perdendo o cargo por causa da insistência da defesa da volta de um imposto semelhante aos da extinta CPMF, usou sua conta no Twitter para reforçar sua proposta. Numa postagem entitulado “A Salvação da PEC 45”, Cintra afirma que “a informalidade, a ilegalidade, a elisão e a sonegação (30-40% do PIB?) são sub-tributados. Só um IMF imposto sobre movimentaçao financeira alcança esses setores e permite reduzir preços e impostos para os contribuintes regulares, sem perder arrecadação”.

Tudo o que sabemos sobre:

Reforma tributáriaMarcos CintraCPMF