Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Ciro cita ‘irresponsabilidade assassina’ ao falar de demissão de Teich

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O ex-candidato à Presidência pelo PDT, Ciro Gomes, foi um dos primeiros políticos a comentar o pedido de demissão o então ministro da Saúde, Nelson Teich. Na avaliação do pedetista, a saída do segundo comandante da Saúde em meio à pandemia “parece brincadeira…mas é irresponsabilidade assassina”, escreveu, nesta sexta-feira, 15, no Twitter.

Ex-governador e ex-ministro Ciro Gomes

Ex-governador e ex-ministro Ciro Gomes Foto: Alex Silva/Estadão

Ciro apontou o motivo que levou o oncologista à fritura bolsonarista: a não defesa da cloroquina, como prega o presidente Jair Bolsonaro. O Teich completaria um mês no cargo no sábado, dia 16. “O ministro, que é medico, apesar de toda sua incompetência e patetice, não aceitou promover o genocídio que Bolsonaro parece querer provocar!”, concluiu.