Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Ciro: ‘Cunha, Geddel, Palocci, todos poderão se beneficiar’

Equipe BR Político

O ex-ministro Ciro Gomes (PDT-CE) reagiu nesta manhã de segunda, 10, à divulgação de supostas conversas entre o ministro Sérgio Moro e integrantes da força-tarefa da Lava Jato, entre eles o procurador Deltan Dallagnol. Em tom de “eu avisei”, o ex-presidenciável destaca que, no passado, “sempre” foi crítico à força-tarefa: “O excesso de aplausos, as gravatinhas borboletas e, até, condenações sem provas objetivas, cobrariam seu preço”.

Num exercício especulativo sobre a investigação do caso, Ciro faz um alerta: “Antes que as paixões contra ou a favor do ex-presidente Lula – o mais notável atingido pela Lava Jato – venham aqui defender cegamente seus interesses, lembrem-se de Eduardo Cunha, Geddel Vieira Lima, Palocci… todos esses poderão se beneficiar com o que está acontecendo(…)”.

 

Tudo o que sabemos sobre:

Ciro GomesLava Jato