Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Cloroquina intoxica 3 na Nigéria

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

Enquanto o presidente Donald Trump estimula o uso da cloroquina como remédio de combate à covid-19, três pacientes da Nigéria foram diagnosticados com intoxicação após tomarem esse medicamento que é indicado para a malária. No Brasil, o presidente Jair Bolsonaro seguiu o mesmo caminho ao afirmar no sábado, 21, que o Hospital Albert Einstein, em São Paulo, iniciara o protocolo de pesquisa para avaliar a eficácia do medicamente contra a doença.

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, pediu, no entanto, que as pessoas não usassem o produto. “Ainda estão sendo feitos testes comprovando a eficácia da cloroquina no tratamento do coronavírus. A partir de agora, a retirada desse medicamento só poderá ser feita com receita médica, para que não haja estoques em casa, até porque ele têm fortes efeito colaterais”, escreveu ele no sábado.

 

Tudo o que sabemos sobre:

cloroquinacoronavírusDonald TrumpNigéria