por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Colégio de líderes impõe derrotas ao governo na Câmara (2)

Marcelo de Moraes

O movimento de hoje dos líderes da Câmara foi claramente o de mandar um recado ao Planalto para que organize sua base dentro da Casa ou se prepare para as consequências. Segundo um dos participantes da reunião, hoje não existe base nenhuma do governo dentro da Câmara e apenas o partido do presidente Jair Bolsonaro, o PSL, lhe dá apoio.

Como não possuem relação oficial de aliança com o Planalto, partidos que poderiam estar alinhados se consideram liberados para votar como bem entenderem. Na prática, ao impor duas derrotas, como já fizeram hoje na reunião de líderes, os deputados esperam que o governo finalmente organize sua base e comece a escutar as opiniões e, naturalmente, pleitos dos partidos que planeja ter como aliados. “Se o governo não entender o recado de hoje, os próximos recados serão mais fortes ainda”, avisa um dos participantes da reunião.  /Marcelo de Moraes

Tudo o que sabemos sobre:

câmaralíderes partidáriosBolsonaro