Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Com Previdência no Senado, Câmara pode votar PL das armas

Equipe BR Político

No mesmo dia em que o Senado deve realizar a última votação da reforma da Previdência, está prevista na pauta da Câmara a votação em plenário do “PL das Armas”. A proposta, de autoria do Executivo, amplia o porte de armas e, na prática, concede anistia àqueles que possuem armas de fogo ilegais atualmente, ao dar um prazo de até dois anos para que proprietários de “armas de fogo ainda não registradas” solicitem o registro dos armamentos.

O PL foi apresentado pelo Executivo para substituir um decreto revogado em maio pelo presidente Jair Bolsonaro. Inicialmente, o texto foi enviado à Câmara sob regime de urgência constitucional, mas o governo retirou o pedido após acordo com o presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ). Desde então, o PL já foi retirado da pauta do plenário ao menos duas vezes, e encontra resistência entre os deputados para ser votado.

Tudo o que sabemos sobre:

porte de armaPL das armas