Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Com reforma adiada, Vitor Hugo critica esquerda, mas poupa Centrão

Marcelo de Moraes

Depois de ver frustrada a tentativa de votar o relatório da reforma da Previdência na Comissão de Constituição e Justiça, o líder do governo na Câmara, Major Vítor Hugo (PSL-GO), usou suas redes sociais para criticar fortemente a esquerda, dizendo que ela cria obstáculos para a aprovação da proposta. Curiosamente, depois de mais um dia de desorganização política do governo no Congresso, o líder poupou os parlamentares do Centrão, justamente quem acabou causou o adiamento da reforma ao ameaçar derrubar o relatório.

“Incoerência. Quanto pior, melhor. Desprezo pelos mais pobres; discurso mentiroso. A esquerda, quando estava no poder, fez reformas na Previdência. Hoje, quando mais precisamos, cria obstáculos para salvarmos o País. A Nova Previdência não é do governo; é do Brasil. Precisa desenhar?”, escreveu o deputado. /M.M.

Tudo o que sabemos sobre:

reforma da previdência