Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Com ‘vênias’, desembargador contradiz Bretas

Vera Magalhães

O desembargador Antônio Athié recorre sempre ao recurso de pedir “vênia”, ou desculpas, mas não deixa de demolir uma a uma as razões elencadas pelo juiz Marcelo Bretas –a cuja “lisura” tece loas– para determinar as prisões temporárias e preventivas de Michel Temer e outros 7 investigados na Operação Descontaminação. Em alguns momentos, mesmo as vênias são acompanhada de clara ironia, quando não de admoestação, por parte do integrante do TRF-2, como quando ele aponta “exagero na narração” de Bretas.

No mérito, a conclusão de Athié é ainda mais peremptpória.  “Assim, o motivo principal da decisão atacada –cessar a atividade ilícita– simplesmente não existe”, escreve ele na conclusão da decisão em que concede habeas-corpus aos impetrantes. / Vera Magalhães