Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Começa corpo a corpo de Kassio em gabinetes no Senado

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O desembargador Kassio Nunes Marques começou sua campanha pelos gabinetes de senadores para conquistar apoio dos parlamentares pela sua nomeação como o mais novo ministro do Supremo Tribunal Federal. Ele precisa do aval mínimo de 41 dos 81 senadores. Nesta segunda, 5, foi a vez da visita ao líder do governo no Congresso, Eduardo Gomes (MDB-TO). Amanhã, 6, está prevista uma audiência com o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), líder do partido e da oposição na Casa.

Desembargador Kassio Nunes Marques, indicado por Jair Bolsonaro para uma vaga no Supremo Tribunal Federal Foto: Ascom/TRF1

A presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, Simone Tebet (MDB-MS), avisou na sexta-feira, 2, que a sabatina do desembargador só ocorrerá após o dia 13 de outubro, data em que o ministro Celso de Mello, do STF, se aposenta. Para cumprir o rito, o indicado de Bolsonaro precisa ser sabatinado na CCJ e ser aprovado pelos senadores em uma votação secreta e presencial na comissão e depois no plenário.

Como você tem lido aqui no BRP, Kassio tem sido desprezado pela ala bolsonarista de influenciadores digitais, que o chamam de “comunista”, “petista” ou “antilavajatista”. O pastor Silas Malafaia cobrou em vídeo que o escolhido para o STF fosse um “terrivelmente direitista”, e não um desembargador com indicado pela ex-presidente Dilma Rousseff (PT) e aliado de políticos do Centrão. O presidente Jair Bolsonaro tem respondido, inclusive a Malafaia, que tudo não passa de mentira. Hoje, por exemplo, ele falou: “Acusam ele de comunista. ‘Ah, ele trabalhou com o PT’. O Tarcísio (de Freitas, ministro da Infraestrutura) trabalhou também com o PT. Parece que o ministro da Defesa (Fernando Azevedo) também trabalhou com o PT. Um montão de militar aqui serviu no governo do PT”, disse.

Tudo o que sabemos sobre:

STFsabatinasenadoKassio Marques