Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Comissão vai avaliar questões do ENEM

Equipe BR Político

O MEC criou na quarta-feira 19, uma comissão para avaliar as questões do Enem. O Exame já foi alvo de críticas do presidente Jair Bolsonaro. O grupo terá acesso ao ambiente de segurança máxima onde ficam as perguntas da prova para “verificar sua pertinência com a realidade social, de modo a assegurar um perfil consensual do exame”, segundo o ministério. De acordo com a portaria publicada nesta quarta-feira, 20, pelo Inep, os membros da comissão assinarão Termo de Compromisso de Confidencialidade e Sigilo sobre o que verão no ambiente seguro onde ficam as questões.

A comissão tem 10 dias para dar um parecer e dizer que questões ficam e quais serão retiradas da prova. O MEC nega que se trate de censura. Se o grupo considerar que a questão deve ser eliminada, o diretor do Inep, Paulo Cesar Teixeira, junto com a equipe técnica especialista em exames do órgão, ainda poderá discordar. Nesse caso, o presidente do Inep, Marcus Vinícius Rodrigues, decidirá se a questão sai ou fica. Teixeira é ligado a Igreja Católica. Rodrigues foi indicação dos militares, informou a repórter Renata Cafardo, no Estadão.

Tudo o que sabemos sobre:

comissãoavaliarquestõesEnem