Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Comitê dos EUA quer clã Bolsonaro ‘fora’ das eleições americanas

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O Comitê de Relações Exteriores da Câmara dos Representantes Estados Unidos pediu na noite de segunda-feira, 27, que os integrantes da família Bolsonaro fiquem “de fora das eleições americanas” marcadas para novembro.

Eduardo Bolsonaro é recebido na Casa Branca pelo presidente Donald Trump Foto: Joyce Boghosian/White House

O pedido foi feito pelo presidente da comissão, o democrata Eliot Engel, em mensagem publicada no Twitter. “Nós já vimos esse filme antes. É vergonhoso e inaceitável. A família Bolsonaro precisa ficar de fora da eleição dos Estados Unidos”, escreveu Engel na conta oficial do órgão. Desde que chegou ao governo, o presidente Bolsonaro tenta estreitar o laço com o presidente dos EUA, Donald Trump.

A mensagem sé uma resposta a uma publicação em apoio a Trump feita no último domingo, 26, pelo deputado Eduardo Bolsonaro, filho do presidente, na mesma rede social. O deputado federal, filho de Bolsonaro, postou em sua conta no Twitter um vídeo acompanhado do slogan “Trump 2020”.

Junto ao slogan “Trump 2020”, Eduardo postou um vídeo em que aparecem os ex-presidentes Bill Clinton e Barack Obama e da candidata democrata derrotada nas últimas eleições, Hillary Clinton. Entre as imagens, é exibida a seguinte mensagem em inglês: “Primeiro eles te ignoram. Depois, riem de você. Depois te chamam de racista.”

Trump concorre à reeleição e tem o democrata Joe Biden como adversário. De acordo com pesquisa de intenção de voto realizada pelo jornal americano The New York Times em parceria com o Siena College, em 24 de junho, Biden lidera a corrida com 14 pontos de vantagem. Ele tem 50% das intenções de voto, enquanto o presidente Donald Trump, que busca a reeleição, detém a preferência de 36% dos entrevistados. A eleição presidencial nos EUA deste ano está marcada para 3 de novembro.