Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Comitiva ministerial a caminho da Amazônia

Equipe BR Político

Nove ministros embarcaram na manhã desta segunda-feira, 2, para se reunir com os governadores da região amazônica. A viagem está planejada para ocorrer em duas etapas. Primeiro, a comitiva desembarca em Belém e, no dia seguinte, segue para Manaus. Participam da comitiva: o ministro-chefe da Casa Civil, os titulares do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), da Secretaria-Geral da Presidência, Secretaria de Governo, dos ministérios da Defesa, Agricultura, do Meio Ambiente, da Mulher, Família e dos Direitos Humanos e de Minas e Energia.

Foto: Reprodução do Twitter

A caravana é uma reação do governo às queimadas na Amazônia, e ocorre depois de que na última terça-feira, 27, os governadores dos Estados que compõem a Amazônia Legal (Acre, Amapá, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins) entregaram ao presidente Jair Bolsonaro propostas para um planejamento estratégico que trata do desenvolvimento sustentável da região.

Resta saber se essa resposta interministerial não veio tarde demais. Já que, de acordo com o Inpe, agosto deste ano foi o pior mês para a Amazônia desde 2010. O número de queimadas na região triplicou em relação a agosto do ano passado, passando de 10.421 em 2018 para 30.901 em 2019. O recorde anterior, há nove anos, foi de 45.018 focos de incêndio na parte brasileira do bioma.

Em nota, o ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, que coordena a comitiva, ressaltou a importância do diálogo com as autoridades locais na busca de soluções estruturantes para a região. “O presidente, depois de receber aqui no Planalto os governadores da Amazônia Legal, determinou que fôssemos até lá para ouvir as demandas e, juntos, buscar soluções para as questões que envolvem a região, levando em conta a especificidade de cada Estado”, afirmou.

Esta é uma semana politicamente bastante importante para a região amazônica. Além da viagem ministerial ao Norte, na sexta-feira, 6, chefes dos países amazônicos para discutir uma política única de preservação da Amazônia e de exploração sustentável da região. O encontro deve ocorrer em Leticia, cidade colombiana que faz fronteira com o Brasil.