Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Congresso tem baixo índice de aprovação de MPs de Bolsonaro

Equipe BR Político

Segundo levantamento feito pelo cientista político Fernando Limongi, o Congresso Nacional aprovou 11 das 22 medidas provisórias enviadas pelo presidente Jair Bolsonaro até agora, neste primeiro ano de mandato, contra 17 MPs aprovadas no primeiro ano de mandato da ex-presidente Dilma Rousseff e 17 no primeiro ano do segundo mandato dela, e 24 do ex-presidente Lula no primeiro ano do primeiro mandato e outras 36 no primeiro ano do segundo mandato dele.

Sessão do Congresso Nacional Foto: Gabriela Biló/Estadão

“É uma taxa altíssima (em comparação com governos anteriores) de medidas que perdem validade porque não foram aprovadas, porque o presidente não se engaja, não mobiliza nenhuma base, deixa que percam validade”, disse o professor durante seminário realizado na FGV que avalia o primeiro ano do mandato do presidente.

Bolsonaro já editou outras 16 MPs que estão em tramitação. “A despeito de o governo aprender que não consegue aprovar as medidas, continua editando”, afirmou. “Para quem pensa em segurança jurídica e estabilidade, bem-vindo ao mundo de Bolsonaro”, acrescentou.