Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Congresso usa caso Coaf contra Bolsonaro

Equipe BR Político

Potenciais aliados do futuro governo Bolsonaro, deputados do Centrão pressionam o presidente eleito para que dê explicações sobre a movimentação atípica de R$ 1,2 milhão de um ex-assessor do filho e deputado estadual, Flávio Bolsonaro. A cobrança por esclarecimentos é uma reação ao plano da oposição de coletar assinaturas, a fim de abrir uma CPI para tratar do assunto.

“Se esse episódio (da movimentação de R$ 1,2 milhão) não ficar bem esclarecido durante o período de recesso, a oposição chegará em 2019 com um pedido de abertura de CPI”, afirmou o deputado Sóstenes Cavalcante (DEM). De acordo com o Estadão, a cobrança de aliados na direção da família Bolsonaro tem como pano de fundo insatisfações com a falta de espaço no primeiro escalão do governo.