Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Conselheiros do MP querem saber mais sobre inquérito de Toffoli

Equipe BR Político

O Conselho Superior do Ministério Público Federal quer mais informações sobre o inquérito aberto pelo presidente do Supremo, Dias Toffoli, para investigar divulgação de “fake news” contra os ministros da Corte. Em nota enviada ao Supremo, os membros do Conselho alegam que a portaria de Toffoli “não delimitou os fatos a serem investigados” e demonstraram preocupação com as citações de membros do MPF e procuradores da Lava Jato ao longo da sessão que definiu a competência da Justiça Eleitoral para julgar casos de corrupção ligados a caixa dois de campanha.

Na nota, o Conselho ainda lembra o Supremo de que “membros do MP só podem ser investigados, em aspecto criminal, pelo próprio Ministério Público” e que “não pode existir investigação criminal sem participação do MP. “Por todos os aspectos acima mencionados, espera-se que o referido procedimento instaurado seja enviado pelo Ministro Relator designado ao Ministério Público Federal, a fim de que, nos moldes do ordenamento jurídico em vigor, venha a ser analisada a ocorrência de justa causa para a instauração de persecução criminal.”

 

 

Tudo o que sabemos sobre:

Dias Toffoliministério públicoSTF