Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Conselho do CNMP adverte Deltan sobre críticas ao STF

Equipe BR Político

Por 8 a 3, o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) decidiu nesta terça-feira, 26, aplicar advertência contra o coordenador da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba, Deltan Dallagnol. O processo é relativo a críticas do procurador da República feitas a três ministros do STF em entrevista à rádio CBN em abril do ano passado, dizendo que eles formavam “uma panelinha” e passavam para a sociedade uma mensagem de “leniência com a corrupção”.

Deltan se referia a Dias Toffoli, Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski, que votaram a favor de retirar das mãos do então juiz Sérgio Moro, que era lotado em Curitiba, conteúdos de delações contra o ex-presidente Lula e o ex-ministro Guido Mantega.

“Os três mesmos de sempre do Supremo Tribunal Federal que tiram tudo de Curitiba e que mandam tudo para a Justiça Eleitoral e que dão sempre os habeas corpus, que estão sempre formando uma panelinha assim que manda uma mensagem muito forte de leniência a favor da corrupção”, afirmou à época à emissora.

Tudo o que sabemos sobre:

Deltan Dallagnol