Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Contra tudo e contra todos

Equipe BR Político

Jair Bolsonaro parece governar contrariando o princípio elementar da democracia, segundo o qual o governante deve sempre tentar ampliar o leque daqueles que representam. É o que escreve Eliane Cantanhêde em sua coluna no Estadão nesta terça-feira. “Ele parece determinado a confrontar e irritar todo mundo que não pensa exatamente igual a ele. Uns são “paraíba”, outros são “melancia”, e só ele sabe o que é bom para o País. Isso não soma, só divide e acirra os ânimos.”

Para a colunista, as investidas do presidente têm se tornado mais frequentes, além de abranger mais setores da sociedade, além de ter adotado o método de governar lançando mão de decretos a granel. “Decretos entram em vigor imediatamente, dispensando aval de Câmara e Senado. Têm, pois, menos força do que projetos de lei. E são mais autoritários.”