Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Convocados por WhatsApp, atos miram Centrão

Vera Magalhães

Convocado majoritariamente por grupos bolsonaristas de WhatsApp que se mantêm ativos desde a campanha eleitoral e pelas redes sociais, os atos marcados para hoje em todo o País começaram com uma pauta contra o STF, evoluíram para um ataque ao Centrão e ao Congresso e, agora, ganham contornos de manifestações de apoio às reformas. Nas ruas, as palavras de ordem devem mostrar uma mistura de todas essas agendas.

Reportagem do Estadão mostra quem são os ativistas e movimentos que impulsionam os atos, como o Avança Brasil, grupo de apoio a Jair Bolsonaro com mais de 1,5 milhão de seguidores no Facebook. “A gente aproveita para fazer um repúdio ao comportamento de bloqueio do Centrão, que está atrapalhando as reformas necessárias”, disse ao jornal o presidente do Avança Brasil, Eduardo Platon.