Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Coronavírus ameaça Olimpíada de Tóquio

Equipe BR Político

O Comitê Organizador admitiu pela primeira vez, nesta terça-feira, 3, considerar a possibilidade de adiar a Olimpíada de Tóquio, prevista para ocorrer entre 24 de julho e 9 de agosto deste ano, por causa do coronavírus. O número de mortos no país chegou a 6 e já são 274 casos suspeitos.

A ministra das Olimpíadas no Japão, Seiko Hashimoto, prevê que o evento seja realizado ainda este ano por conta do contrato com o Comitê Olímpico Internacional. “O Comitê Olímpico Internacional tem o direito de cancelar os jogos somente se eles não ocorrerem dentro de 2020. Isso pode ser interpretado como a possibilidade dos Jogos serem adiados, contanto que sejam realizados durante esse ano”, disse a ministra e ex-patinadora.

Em nota, o COI afirma que medidas estão sendo tomadas em conjunto com a cidade anfitriã de Tóquio, o governo do Japão e a OMS para enfrentarem “juntas o desafio do coronavírus”. Segundo Hashimoto, os planos são para que a olimpíada seja realizada na data prevista, durante o verão japonês.

Tudo o que sabemos sobre:

OlímpiadaTóquioJapãocoronavírus