Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Coronavírus enfraquece apoio a Bolsonaro nas redes

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O apoio ao presidente Jair Bolsonaro nas redes sociais sofreu abalo em decorrência da pandemia do coronavírus. Segundo levantamento feito pela plataforma de monitoramento digital Torabit, as menções negativas ao inquilino do Palácio do Planalto no ambiente digital subiram de 30% para 41%, em relação a dois períodos pesquisados, de 6 a 26 de fevereiro, e de 27 de fevereiro a 17 de março, intervalo este em que foi registrado o primeiro caso da covid-19. As positivas, por sua vez, caíram de 27% para 21%, ao mesmo tempo em que as menções neutras passaram de 43% para 38%. Foram analisadas 4,1 milhões de menções ao presidente no Twitter, Facebook, YouTube, Instagram e blogs e sites abertos na internet.

Jair Bolsonaro e apoiadores em frente ao Palácio do Planalto

Jair Bolsonaro e apoiadores em frente ao Palácio do Planalto no domingo, 15 Foto: Dida Sampaio/Estadão

No primeiro período, homens foram responsáveis por 66% das postagens. No segundo, 62% das postagens vieram do gênero masculino. As capitais com mais casos confirmados de coronavírus também foram, respectivamente, responsáveis pela maioria das menções nas redes. SP com 27% no primeiro período e 25% no segundo e Rio com 18% no primeiro e 20% no segundo.

Em relação às hashtags do Twitter, surgidas no trending topics em função da aceleração que adquirem na produção de tuítes e no compartilhamento dos mesmas, as favoráveis perderam espaço para as desfavoráveis. No primeiro período analisado, 76% delas eram a favor, enquanto no segundo período, as contrárias a Bolsonaro passaram a ser maioria, de 53%.