Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Com isolamento em queda, São Paulo terá bloqueio de ruas e avenidas

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

Na tentativa de aumentar o isolamento social na Capital paulista, a partir da próxima semana, a cidade terá o bloqueio de determinadas ruas e avenidas, disse nesta-sexta-feira, 1, o prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB). Em webinar promovido pelo Fórum Inovação Saúde (FIS), Covas reforçou a necessidade de aumentar as taxas de isolamento na cidade.

O Sistema de Monitoramento Inteligente (SIMI-SP) do governo de São Paulo mostra que o percentual de isolamento social no Estado foi de 46% na quinta-feira, 30. Nos últimos dias, tanto na Capital quanto no Estado, o índice registrado havia sido de 48%.

Segundo o tucano, nesta semana algumas ruas já foram bloqueadas em caráter educativo, mas que na próxima semana será algo definitivo. Essa é uma medida para tentar fazer com que as pessoas fiquem em casa, o que foi visto como necessário, segundo ele, após o número de casos subir na cidade de São Paulo na última semana.

Opositor do presidente Jair Bolsonaro no combate à covid-19, Covas defendeu a importância do isolamento social e disse que decisões sobre a pandemia são tomadas “a cada dia”. Por enquanto, o prefeito afirma que prefere adotar medidas restritivas do que adotar um lockdown. “Qualquer decisão de lockdown é grave, não é para se fazer a qualquer instante. Estamos tentando com as restrições manter 60% das pessoas dentro de casa”, disse.