Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Correção: Katia Abreu não infringiu lei eleitoral

Marcelo de Moraes

Estava errada a informação publicada ontem no BRdizendo que a senadora Kátia Abreu estava próxima de ultrapassar os limites da legislação eleitoral por supostamente pedir votos antes do prazo para o governo do Tocantins.

O Tocantins terá eleição suplementar dia 3 de junho, quando será definido um governador tampão até o fim de dezembro, já que o governador Marcelo Miranda teve seu mandato cassado. Portanto, Kátia Abreu, candidata ao posto, pode fazer campanha normalmente. Em outubro, haverá a eleição regular para o mandato de governador no período de 2019/2022.