Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Corregedor libera ação que pede cassação de Bolsonaro e Mourão para julgamento

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

A ação que pede a cassação da chapa de Jair Bolsonaro e Hamilton Mourão nas eleições de 2018 foi liberada na quarta-feira, 4, pelo corregedor-geral da Justiça Eleitoral, ministro Luis Felipe Salomão, para julgamento. Com isso, cabe agora ao presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso, a escolha de uma data para a análise do processo. A acusação é relacionada à contratação de disparos em massa de mensagens via WhatsApp durante a última campanha presidencial.

O presidente Jair Bolsonaro e o vice, Hamilton Mourão

O presidente Jair Bolsonaro e o vice, Hamilton Mourão Foto: Joédson Alves/EFE

O presidente e o vice são alvo de quatro ações sobre mensagens na campanha apresentadas por adversários na disputa de 2018. Salomão deu andamento a duas delas, apresentadas pela coligação de Ciro Gomes (PDT). As outras duas, protocoladas pela coligação de Fernando Haddad (PT), aguardam definição sobre compartilhamento de dados do inquérito das fake news, que corre no Supremo Tribunal Federal (STF).

Em outra decisão da quarta sobre ao processo, Salomão rejeitou pedido da coligação de Ciro para coleta de novas provas.