Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Corregedoria do MPF pede explicação sobre pedido de afastamento de Salles

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

A Corregedoria do Ministério Público Federal pediu explicações a nove dos doze procuradores que assinaram a ação do órgão que pede o afastamento do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles. O ofício pede que os procuradores enviem informações sobre a ação e aventa a possibilidade de “eventual usurpação de atribuição de Procurador da República.” 

O minsitro do Meio Ambiente, Ricardo Salles

O minsitro do Meio Ambiente, Ricardo Salles Foto: Marcos Corrêa/PR

A ação dos procuradores acusa o ministro de improbidade administrativa por desestruturar “dolosamente” as estruturas de proteção ambientais do País. O pedido de explicação é assinado pela corregedora-geral Elizeta Maria de Paiva Ramos, que justifica o ofício “principalmente pela ausência de motivação legal para tanto e sem prévia autorização do Procurador-Geral da República”, Augusto Aras.

Em nota, Salles chamou a ação contra ele de “tentativa de interferir em políticas públicas”. “A ação de um grupo de procuradores traz posições com evidente viés político-ideológico em clara tentativa de interferir em políticas públicas do Governo Federal”, afirmou.