Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Corrupção com promissória de R$ 4,5 mi

Equipe BR Político

A denúncia contra o ministro Blairo Maggi (Agricultura) por suposta compra de uma vaga de conselheiro no TCE de Mato Grosso quando era governador, inclui cheques e até uma nota promissória de R$ 4,5 milhões em 2009.

Segundo o Blog de Fausto Macedo, os valores teriam sido pagos a um conselheiro, Sergio Ricardo, para que deixasse o tribunal e abrisse uma vaga para um aliado do então governador. Ambos negam as acusações.

 

Notícias relacionadas

Tudo o que sabemos sobre:

Blairo Maggicorrupç∫ãopropina