Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Corte de cargos só economiza R$ 195 milhões

Vera Magalhães

O corte de cargos na máquina pública federal anunciada como uma prioridade dos 100 primeiros dias de governo Jair Bolsonaro, cujo número divulgado foi de 21 mil cargos, representará uma economia de R$ 195 milhões no ano, considerada pequena por especialistas em contas públicas, informa O Globo nesta segunda. O detalhamento do decreto mostra que, na verdade, só serão cortados 159 cargos, e não 21 mil. O resto representa corte de funções (17.349) e gratificações (3.492). A União tem 131 mil cargos, funções e gratificações. O gasto com pessoal superou R$ 8 bilhões em janeiro –o que mostra o pequeno impacto da medida.